Final de loucos na Rampa de Boticas

0
464

Final de loucos no Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2016, com a decisão do título absoluto e na Categoria 1 a arrastar-se até aos derradeiros instantes da Rampa de Boticas. Depois de ter sido derrotado por Rui Ramalho na primeira subida de prova disputada este Sábado, Pedro Salvador partiu ao ataque e estabeleceu nesta segunda subida oficial, a marca de 1:57s953 com o seu Norma M20FC, ganhando desde já uma vantagem de seis décimos de segundo para o homem do Osella PA21s Evo que fez o tempo de 1:58s950. Paulo Ramalho foi o terceiro melhor com o seu Juno CN09.

Com uma espectacular subida em 2:11s363 ao volante do seu Nissan GT-R GT3, José Correia está a caminho da sua primeira vitória do ano na Categoria 2. Com esta marca, Correia ampliou para pouco mais de 3s a sua vantagem para o segundo classificado Gonçalo Manahu em Porsche 997 GT3 Cup, que garantiu desde já o título da Categoria.

Sendo mais uma vez o mais rápido na Categoria 3, Manuel Correia (Ford Fiesta R5) obteve o tempo de 2:16s218 e selou desde já o seu triunfo no campeonato reservado a esta categoria. Luis Nunes em SEAT Leon Cup Racer continua a dominar a Categoria 4, registando desta feita o crono de 2:15s159.

O domínio na Categoria 5 continua a pertencer a José Pires (Ford Escort MKI), com o piloto bracarense a fazer o tempo de 2:24s230. Azar para um dos candidatos ao título Pedro Cerqueira, que bateu com o seu BMW E30 não completando a subida. Bastando terminar para vencer a Categoria 6, Martine Pereira subiu com o seu Lola T70 no tempo de 2:40s291.

Com a marca de 2:53s951, Roberto Meira em Fiat Punto liderou a Taça Nacional de Montanha, aproveitando o azar de Leonel Brás, que não completou a subida devido a problemas no seu Citroen AX Sport. Na Taça Nacional de Clássicos Montanha, Domingos Fernandes (Autobianchi A112) completou a subida em 3:24s530.

 

PressRelease-GTI_6677

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here