PRMiniracing com duplo pódio na abertura do campeonato

0
194

Tal como se previa, as elevadas expectativas acerca do Campeonato Montanha 2017 concretizaram-se sem qualquer dúvida no passado fim-de-semana na Rampa da Penha @ Guimarães, prova de abertura do Campeonato.

Com dois dias primaveris fantásticos, com uma excelente e numerosa lista de pilotos inscritos, novos carros, novos pilotos e com muito público, foi sem dúvida um fim-de-semana espectacular, iniciando-se assim da melhor forma a nova Época com muita emoção e competitividade para congratulação de todos: entidade promotora do Campeonato – APPAM e Clubes, pilotos/equipas/patrocinadores, público, Clube organizador – Demoporto, patrocinadores da prova e respectiva Federação – FPAK .

RUI RAMALHO # OSELLA PA2000 EVO 2 # 102

Rui Ramalho estreou nesta prova o novo Osella PA2000 EVO2 com o objectivo de discutir o Título absoluto do Campeonato. Com esse objectivo em mente, o piloto mais jovem do Team PRMiniracing realizou as primeiras subidas de treinos com o objectivo de se ambientar ao novo protótipo, que embora de aspecto fisíco muito semelhante ao seu anterior Osella PA21S EVO, em termos de performance é consideravelmente bastante mais rápido, requerendo habituação aos mais diversos aspectos da pilotagem. Mesmo com cautelas redobradas, das 3 subidas de treinos realizadas, Rui foi o piloto mais rápido em 2 delas, demonstrando bem o que tinha em mente, mesmo ciente de que este traçado, dos 8 que constituem o calendário do Campeonato, será possivelmente o mais desfavorável para as características técnicas e dimensões exteriores do seu PA2000 EVO2, comparativamente aos carros dos seus adversários, que primam pela maior agilidade em traçados estreitos e sinuosos.

Independentemente destes aspectos teóricos, Rui nunca baixou braços e no final de sábado, após a primeira subida de prova liderava a classificação para as duas restantes subidas de prova que se realizaram no Domingo seguinte.

No Domingo, tal como se previa, a discussão das 2 derradeiras subidas de prova foram realizadas a “ferro e fogo”, com os tempos a baixarem bastante comparativamente a Sábado, com Rui acompanhar à milésima de segundo essa tendência. Na derradeira subida de prova, “de tudo ou nada”, Rui cometeu duas ligeiras incorreccções na abordagem a dois dos ganchos do traçado (observar o respectivo vídeo on board) e com isso a custar-lhe a possível vitória por escassas milésimas de segundo neste difícil traçado para o seu Osella.

No final, no cômputo do somatório das duas melhores subidas de prova, o Piloto do Team PRMiniracing terminava numa muito honrosa 2ª posição a escassas 289 milésimas de segundo da 1ª posição, o que se levarmos em linha de conta a inevitável comparação técnica entre o Osella PA2000 EVO2 e o fantástico SilverCar EF10, concluímos que o SilverCar goza de uma maior vantagem em termos de relação peso / potência, uma vez que na Penha os dois carros diferiram de peso entre si em apenas 1 kg (512 Kg vs 513 Kg respectivamente), o que não é nada ! em termos de potência, o SilverCar leva uma boa vantagem face ao PA2000 EVO2, contando uma diferença significativa de cerca de 50 cv a mais reais (330 cv vs 380 cv), pois se formos analisar os dados técnicos optimistas dos respectivos fabricantes, a diferença teórica seria ainda maior. Assim sendo, tratou-se de um excelente resultado para o Piloto principal do Team PRMiniracing.

Para se ter uma noção do ritmo diabólico a que estes dois pilotos rodaram, refira-se que o recorde deste traçado foi batido em cerca de 6 segundos, o que neste desporto é muito, muito significativo, comprovando as estonteantes características técnicas e de performance que estes dois fabulosos carros que discutiram a vitória proporcionam aos seus pilotos, para gaúdio do público. Assim, Rui é o segundo piloto a conseguir rodar abaixo da mitica barreira do segundo 20 neste traçado, algo nunca alcançado.

Este excelente resultado, num traçado efectivamente desfavorável ao PA2000 EVO2, em que a vitória escapou por menos de “um piscar de olhos”, teve um sabor a vitória, motivando o Piloto e toda a sua Equipa, demonstrando que o novo protótipo Italiano foi sem dúvida uma excelente aposta, fazendo com que Rui Ramalho / Osella PA2000 EVO2 sejam efectivamente uma das duplas candidatas ao Título 2017. Rui e a sua Equipa não deixaram de congratular o vencedor e a sua respectiva Equipa pela excelente réplica demonstrada, demonstrando bem o espírito de desportivismo, respeito e humildade com que o Piloto do Porto e a sua Equipa se reveêm nesta modalidade.

Após um profundo balanço e análise dos dados recolhidos no final desta primeira prova, o Team PRMiniracing tem já delineado um extenso plano de trabalhos para evoluir significativamente o potencial do PA2000 EVO2 e proporcionar ao seu Piloto a possibilidade de se adaptar bastante mais às elevadas performances proporcionadas por este chassis. Para tal, o Team PRMiniracing irá realizar com vista à próxima prova – Rampa da Falperra – diversas melhorias técnicas ao nível de suspensão, redução de peso, motor, electrónica, caixa de velocidades e utilização de misturas de borracha alternativas. Antes da referida prova, Rui Ramalho e a sua Equipa realizarão novo teste particular, noutro traçado de rampa, com vista a validar todas estas evoluções e proporcionar ao Piloto mais alguns quilómetros de teste.

PAULO RAMALHO # OSELLA PA21S EVO # 103

Esta prova em particular teve um significado muito especial para Paulo Ramalho, dado que era o concretizar do seu sonho pessoal de criança em pilotar “um dia” um Osella. Pois esse dia chegou, depois de adiado um ano, já que sacrificou o ano passado esse seu sonho ao dar prioridade absoluta à utilização do Osella PA21S EVO pelas mãos do seu irmão Rui Ramalho, que actualmente e face a si, goza de estatuto de Piloto principal no Team PRMiniracing, dado que actualmente se encontra em termos competitivos mais eficiente e rápido do que Paulo Ramalho e como tal os objectivos da Equipa e os interesses dos Patrocinadores foram e serão sempre colocados em primeiro lugar.

Assim sendo, foi com extrema ansiedade e expectativa que Paulo Ramalho viu a data de início do Campeonato aproximar-se, para de uma vez por todas concretizar esse seu sonho. Mas nem tudo foram “rosas”, pois nos dias que antecederam a prova, o piloto do Porto teve picos de temperatura elevados e dores físicas, que chegaram a colocar em risco a sua participação até ao último dia, contudo, e como lhe é reconhecida a sua fibra e obstinência, no sábado apresentou-se na Penha durante a manhã ainda em fase de recuperação física, para que após o almoço, se sentasse na baquet do seu Osella PA21S EVO, engrenassse 1ª velocidade rumo à sua vontade e desejo. Contudo, mesmo sentindo alguns problemas técnicos durante todas as subidas de sábado, na actuação do sistema de comando da caixa de velocidades no volante – padle shift – obrigando-o em algumas situações a utilizar a alavanca manual de velocidades como recurso, nada disso o fez demover do seu objectivo – não só participar, mas como também alcançar uma posição de destaque.

Para tal, os Elementos Técnicos da sua Equipa, mais uma vez realizaram um trabalho notável de sábado para domingo, ao detectarem e solucionarem o problema eléctrico que afectava o sistema de padle shift do seu PA21S EVO, permitindo assim ao piloto mais experiente do Team PRMiniracing realizar as subidas de domingo isento de problemas. Com isso o Piloto conseguiu evoluir rapidamente os seus tempos e destacar-se dos seus mais directos adversários sem dificuldade de maior, terminando num tranquilo 3º lugar absoluto. Se tivermos em linha de conta que os dois primeiros classificados, onde se inclui o seu irmão Rui, utilizando novos carros da Classe livre E2-SC em que as performances em condições normais são inalcansáveis, poderemos dizer que este 3º lugar teve para si um sabor a vitória muito especial, dado que ficou à frente do restante pelotão, concretizou o seu sonho e uma vez mais conseguiu ultrapassar alguns obstáculos particulares que por pouco não colocaram em risco a sua presença nesta prova inaugural. Juntando ainda o facto de assistir “de camarote” à estreia do novo Osella PA2000 EVO2 da sua Equipa através do seu irmão e sucessor de uma forma tão promissora, poderemos afirmar que se tratou de um fim-de-semana de antologia para o mentor do Team PRMiniracing, que como também lhe é reconhecido, já tem em curso um plano de trabalhos exaustivo para liderar a sua Equipa na perseguição da discussão do Título através do seu irmão Rui Ramalho. Como perfeccionista que é, tem consciência que ainda tem muito a melhorar na Pilotagem e adaptação ao seu carro de sonho, o qual está já num elevado patamar técnico de evolução, após o ano passado ter sido evoluído ao mais alto nível através do seu irmão Rui.

É desde já com elevada expectiva que Paulo Ramalho aguarda pela data da próxima prova, na mítica Rampa da Falperra, que terá lugar de 5 a 7 de Maio.

 

GTI_5274 GTL_3110

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here