Team PRMiniracing vence e fica mais perto do título

0
235

Teve lugar no passado fim-de-semana, em Mondim de Basto, a 7ª e penúltima prova do Campeonato Nacional de Montanha 2017. Utilizando o desafiante “rampódromo” da Sr.ª da Graça, a caravana do Campeonato de Montanha usufruiu de condições fantásticas para a prática desta modalidade, podendo assim retribuir a todos os espectadores e aficionados um excelente espectáculo repleto de emoções fortes pelas disputas que existiram nas diversas Categorias e como não podia deixar de ser, pela discussão ao rubro pelo Título Absoluto, quando o Campeonato chega à sua fase final.

RUI RAMALHO # OSELLA PA2000 EVO2 (E2-SC) # 102

Rui Ramalho apresentou-se nesta penúltima prova como líder absoluto do Campeonato com escassos 3 pontos de vantagem, depois do desaire mecânico sofrido em Murça, que o obrigou a desistir prematuramente e com isso a não obter qualquer ponto nessa mesma Rampa. O piloto mais jovem do Team PRMiniracing tinha como principal objectivo voltar a lutar pela vitória neste traçado e com isso reforçar a sua liderança pontual na classificação do Campeonato. Depois do árduo trabalho da sua Equipa durante o período de férias em recuperar a unidade motriz do seu Osella PA2000 EVO2, foi com grande expectativa que piloto e sua Equipa assistiram às primeiras subidas de treinos de sábado, na esperança de confirmarem se a fiabilidade e performance do Osella PA2000 EVO2 estavam integralmente restituídas. Felizmente, com os excelentes tempos alcançados nestas subidas preliminares, confirmava-se que tudo estava em condições, com Rui Ramalho a demonstrar os seus intentos, com um fortíssimo andamento. Com pequenos ajustes de afinação de suspensão, borrachas mais frescas mas usadas e algumas correcções de pilotagem, Rui alinhava na 1ª subida de prova determinado em realizar o melhor crono e assim o fez, batendo o recorde do traçado e fechando o dia de sábado na liderança provisória da prova. Consciente de que ainda conseguiria fazer melhor no Domingo e mesmo continuando a utilizar borrachas usadas, Rui batia o recorde alcançado no dia anterior por si em mais de 1 segundo na 2ª subida de prova, confirmando desde logo com bastante facilidade a vitória nesta Rampa. Rui Ramalho logrou ainda em obter 1 ponto extra pela realização da 3ª subida de prova mais rápida de todos os pilotos presentes.

Em conclusão, tratou-se de uma importantíssima vitória para si, dado que este resultado permitiu-lhe dilatar a sua vantagem pontual para 9 pontos, quando agora falta disputar apenas a 8ª e derradeira prova em Boticas nos dias 23 e 24 deste mês.

“Não foi uma prova fácil, mas foi uma vitória muito saborosa. Esta era apenas a minha segunda presença aqui na Senhora da Graça e a primeira vez com este carro, o que não facilitou a questão da adaptação. Fui melhorando aos poucos e penso que consegui andar bem e se não ganhei da forma como queria, porque o Pedro teve problemas e não me pode dar réplica que esperava, estou ainda assim muitíssimo satisfeito com este resultado que me deixa um pouco mais perto do título, mesmo sabendo que nada está ainda decidido. Para Boticas a minha postura vai ser naturalmente mais defensiva e espero concretizar o meu sonho e garantir o título.”

PAULO RAMALHO # OSELLA PA21S EVO (CN) # 103

Paulo Ramalho depois do excelente resultado alcançado em Murça, apresentou-se nesta prova com o objectivo de lutar mais uma vez por um dos lugares do pódio, contudo, durante todo o dia de sábado o Piloto mais velho da PRMiniracing nunca se sentiu fisicamente em condições para ultrapassar as exigências técnicas deste traçado, que na zona mais rápida realizada em 6ª velocidade e com velocidades a superarem os 200 km/h, proporcionam acelerações G acentuadas, causando assim as mesmas desconforto físico ao Piloto do Porto e com isso a reduzirem a sua confiança para atacar esta zona a fundo. Esta situação deixavam Paulo resignado e triste no final do dia sábado, pois sabia que em condições normais conseguiria ao volante do seu Osella PA21S EVO ser bastante mais rápido. No Domingo e como milagre, Paulo sentia-se bastante melhor, com a redução substancial das dores físicas do dia anterior, possibilitando ao mesmo adaptar-se melhor ao exigente traçado na 1ª subida de treinos de Domingo, com o intuito de dar o tudo por tudo nas 2 derradeiras subidas de prova para com isso tentar assegurar um lugar no pódio. No entanto, na 2ª e penúltima subida de prova, uma falha do sistema de “paddle shift” na redução das relações de caixa de velocidades do seu Osella PA21S EVO, obrigavam-no a perder preciosos segundos, atirando-o provisoriamente para o 5º lugar. Chegado à sua tenda de assistência, a sua Equipa levou a cabo novamente um fantástico trabalho num curto espaço de tempo de modo a possibilitarem a Paulo Ramalho alinhar na 3ª e derradeira subida de prova com o problema resolvido. Com as condições técnicas restituídas do seu Osella, Paulo Ramalho apresentava-se à partida da última subida com o objectivo de dar o seu melhor e na certeza de que o desfecho do seu resultado só seria conhecido após passar a linha de meta. Neste modo de tudo ou nada, Paulo voltou a surpreender tudo e todos, ao conseguir retirar vários segundos ao seu melhor registo, conseguindo uma vez mais “in extremis” ascender à 3ª posição final e com isso acompanhar novamente o seu irmão Rui no pódio, numa nova dobradinha do Team PRMiniracing, para gáudio da sua Equipa, familiares, patrocinadores, amigos e fans.

“Efectivamente foi um fim-de-semana bastante difícil para mim por diversos motivos, uma vez que a minha principal atenção uma vez mais estava focada no desempenho do meu irmão Rui e neste fim-de-semana em particular se o seu Osella PA2000 EVO2 estava novamente em perfeitas condições para que ele pudesse lutar pela vitória com todas as condições ao nosso alcance, causando-me pressão e expectativa extra. Infelizmente, no que diz respeito a mim, a condição física ainda não está totalmente restituída, com o surgimento de alguns episódios de dor física a impedirem-me de uma participação em pleno. Como tal e principalmente no sábado, por estes dois motivos, foi um dia bastante exigente para mim, no entanto e felizmente, no Domingo de manhã uma melhoria súbita e inesperada da minha condição física dava-me um novo alento e com o meu irmão bem encaminhado, deixou-me mais tranquilo e com a possibilidade de me focar a 100% no meu desempenho e objectivo de lutar por um dos lugares do pódio. Assim, apresentei-me na 3ª e derradeira subida de prova mentalizado de que ainda nada estava perdido, dando o meu melhor e com isso a alcançar um fantástico 3º lugar nesta Rampa e com isso assegurar desde já o 3º lugar no Campeonato Absoluto, quando ainda falta disputar uma prova. Esta nova dobradinha da PRMiniracing deixa-me extremamente feliz, pois reflecte o árduo trabalho que temos desenvolvido ao longo de todos estes anos neste Campeonato e em particular esta época com um avultado investimento em novos meios técnicos.

Um palavra de parabéns ao meu irmão por mais uma fantástica vitória e o meu profundo agradecimento à minha Equipa pelo seu fantástico trabalho, à minha Esposa, Família, Amigos e Patrocinadores pelo imprescindível apoio. Ainda o profundo agradecimento à minha equipa médica que me acompanha e trata com afinco com o objectivo de me restabelecerem fisicamente no mais curto espaço de tempo. Muito obrigado a todos !!!”

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here