PRMiniracing comemorou título em Boticas

0
125

Boticas recebeu a 8ª e última prova do Campeonato Nacional de Montanha 2017. Utilizando o novo traçado de Boticas pela 2ª vez, o qual foi provido este ano de uma secção final mais extensa, muito rápida e desafiante, acrescentando emoção a rodos a todos os pilotos e aos espectadores presentes. Parabéns Demoporto e Câmara de Boticas pelo investimento levado a cabo.

RUI RAMALHO # OSELLA PA21 S EVO (E2-SC) # 102

Rui Ramalho apresentou-se nesta última prova como líder absoluto do Campeonato com 9 pontos de vantagem e tinha como único objectivo terminar a prova isento de percalços, em que a 2ª posição lhe servia perfeitamente para as contas do Campeonato e se assim o tinha de fazer, melhor o concretizou, ao concluir esta Rampa na 2ª posição, seguindo à risca as instruções do seu irmão Paulo Ramalho e da sua Equipa.

Com este resultado, Rui Ramalho sagrou-se Campeão Nacional de Montanha 2017, objectivo esse que tanto ambicionava e o fez por merecer este ano, bem como em épocas anteriores, em que por muito pouco na altura lhe escapou.

Foi uma prova de nervos, pois nada podia claudicar tecnicamente no Osella PA21S EVO, utilizado pontualmente nesta prova por Rui Ramalho, felizmente e uma vez mais tudo correu pelo melhor, com a Equipa técnica a realizar um trabalho fantástico na manutenção e preparação do mesmo, não deixando nada ao acaso.

“Estou muito, muito, feliz por mim e pela minha equipa e em especial pelo meu irmão, mentor deste projecto, a quem devo este momento e a quem agradeço do fundo do coração. Este fim-de-semana interessava somente garantir o título, por isso abdiquei de lutar pela vitória e fiz apenas o necessário para finalizar a prova logo atrás do Pedro e garantir esse objectivo. Parabéns também ao Pedro Salvador, um adversário duríssimo e que deu um sabor muito especial a esta conquista, algo que eu já perseguia desde 2014.”

PAULO RAMALHO # OSELLA PA2000 EVO2 (E2-SC) # 103

Paulo Ramalho depois de ter garantido na prova anterior o 3º lugar do Campeonato, a sua atenção aqui em Boticas apenas se direccionou para o desenrolar da prova do seu irmão Rui Ramalho que lutava pelo Título e por todos os trabalhos de manutenção preventiva que se desenvolviam na sua tenda de assistência em redor do Osella PA21S EVO do seu irmão. Nem o facto de pilotar pela 1ª vez o desafiante Osella PA2000 EVO2, o qual apelidou de “besta”, tais as suas estonteantes performances, foi motivo de sua distracção ou de desvio da atenção dos elementos da sua Equipa para realizarem qualquer tarefa, pois o intuito foi apenas a realização de um sonho pessoal em pilotar este carro, numa oportunidade talvez única e muito provavelmente sem repetição futura. O 5º lugar absoluto e o 3º lugar que alcançou na Categoria dos Protótipos nesta Rampa foi o que “menos significado” teve para ele, pois o que mais desejava era o Título do seu irmão.

“Este fim-de-semana foi para mim o fim-de-semana desportivo mais intenso que alguma vez vivi nestes 18 anos em que participo na Montanha, nem nos meus 2 Títulos de Campeão ou 3 Vice-Campeonatos que alcancei, os sentimentos não se comparam aos que senti no final de Domingo ao ver o meu irmão Rui Ramalho sagrar-se Campeão Nacional de Montanha 2017. As épocas passadas foram muito marcantes para mim, ao assistir aos desaires do meu irmão em não conseguir atingir o tão desejado Título. Com esse sentimento em mente, tudo fiz o que estava ao meu alcance este ano para que ele finalmente tivesse todas as condições para lutar pelo Campeonato. Sabia que tinha capacidades inatas para tal, já o tinha demonstrado nas épocas anteriores, precisávamos de trabalhar e melhorar alguns aspectos com bastante afinco e assim o fizemos em Equipa, como o resultado final bem o demonstra, contra um adversário e Amigo de alto nível e de referência Europeia desta modalidade, como é o caso do Pedro Salvador, o que vem engrandecer ainda mais todo o nosso trabalho e o Título alcançado pelo meu irmão Rui. Realizei aqui o meu maior sonho desportivo ao proporcionar ao meu irmão este tão desejado Campeonato, muito sofrido, mas tão merecido por ele.

Ao longo destes 18 anos tentei sempre evoluir o Team PRMiniracing na busca de resultados cada vez mais relevantes, no entanto, a partir de 2014 pelos resultados que o meu irmão apresentava já na altura, concluí que tinha de preparar a Equipa e adquirir os meios para o efeito para que pudesse preparar um sucessor meu, com as possibilidades que nunca tive quando me iniciei. O meu sentimento é agora de testemunho passado e que honra os pergaminhos daquilo que sempre preconizei para o Team PRMiniracing.

Para terminar, o meu profundo agradecimento à minha Equipa pela incansável dedicação, à minha fantástica esposa Isabel Ramalho, Família, Amigos e Patrocinadores pelo imprescindível apoio. Ainda um agradecimento muito especial e do coração à minha equipa médica, enfermeiros e auxiliares que me acompanha e trata com profissionalismo e carinho ímpar. Muito obrigado a todos !!!”

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here