Joaquim Teixeira imperial nos Turismo

0
662


Na estreia do seu Cupra TCR, o piloto do Bompiso Racing Team dominou em Murça a luta pela vitória na Categoria Turismo. No caminho para o triunfo, bateu o seu record do traçado.

Joaquim Teixeira saiu de Murça com “sentimentos mistos. Fiquei muito triste pelo acidente que aconteceu, envolvendo um colega meu, e que assombrou toda a prova. Envio o meu abraço de solidariedade ao Luís e as minhas condolências às famílias de luto, bem como os meus votos de total recuperação aos feridos.

Fiquei obviamente sem qualquer vontade para celebrar o resultado que obtive, mesmo estando muito orgulhoso da vitória na minha categoria e na minha divisão, frente a excelentes pilotos.”.

O transmontano alinhou em Murça aos comandos do seu novo Cupra TCR, assumindo este ano a luta pela vitória na Divisão Turismo 4 e a luta absoluta nos Turismos como os seus alvos.

E, em termos desportivos, o fim-de-semana do piloto do Bompiso Racing Team rondou a perfeição.

A sua exibição foi notável, revelando uma adaptação total ao seu novo carro, que o levou a ser sempre o mais rápido dos Turismos nas duas subidas de prova efetuadas, repetindo esse feito numa das subidas de treinos de sábado, onde aliás bateria o seu recorde do traçado, ao rodar em 2.15,715, a uma média superior a 114 km/h. Essa façanha, desde logo, provou “que estávamos muito competitivos. Não só baixei a minha melhor marca nesta rampa em 1,3 segundos, como estabeleci a melhor marca de sempre de um TCR em Murça”.

Nas subidas a contar para a classificação, o seu domínio colocou-o esmo à porta do pódio absoluto da prova, terminando num excelente 4º lugar, a apenas 5 décimos de segundo do terceiro.

Este resultado faz Joaquim Teixeira considerar que “tinha razão quando decidi trocar o Seat Leon DSG pelo Cupra TCR. Sempre soube que, com uma viatura mais competitiva posso lutar pelos primeiros lugares nos Turismo e, em alguma provas discutir ao centésimo a vitória com os meus adversários, sabendo que posso ganhar umas e perder outras, mas agora numa luta com armas mais equilibradas”.

No rescaldo, Joaquim Teixeira agradece “à minha equipa que, em poucas horas conseguiu entregar-me uma viatura com um bom Setup para esta prova, embora ainda tenhamos muito que trabalhar para tirar todo o potencial da mesma”.  

FONTE: VEDDACOM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here