Luís Silva está imparável nos Legends e conquista na Arrábida terceira vitória consecutiva da época!

0
171

A Rampa Pêquêpê Arrábida 2022 transformou-se em mais um palco onde Luís Silva levou à cena mais um capítulo do seu talento para tripular nos limites o BMW M3 da Famaconcret.

Nem um pequeno problema técnico obstou a que o famalicense dominasse os Legends e voltasse a rodar bem perto do Top 10 absoluto da tabela de tempos.

Três provas, três vitórias e domínio avassalador nas lides do Campeonato de Portugal Legends de Montanha JC Group 2022. O “Canhão de Famalicão” está claramente em “velocidade cruzeiro” rumo ao título nacional.

Na Arrábida foram 16,6 segundos a separar Luís Silva e o seu BMW M3 do segundo classificado, rodando sempre com uma intensidade tal que rapidamente travou quaisquer intensos da oposição.

No entanto, a prova na Arrábida não foi senta de problemas: “logo na subida inicial, avariou o display que me permite ver qual a velocidade que levo engrenada. Isso fez com que ao longo do fim-de-semana trocasse sempre caixa sem saber em que velocidade, sendo forçado a utilizar o ouvido, o instinto e a experiência, mas limitando obviamente a minha segurança e capacidade para ir ao limite. Mas o problema ficará agora debelado e vamos para a Falperra a cem por cento”.

Mas, mesmo com esse handicap, Luís Silva logrou bater o seu recorde pessoal da rampa, ao estabelecer 2:00.434, numa das subidas de treino de sábado, tempo que, curiosamente, deixou o piloto com um sentimento agridoce: “fiquei satisfeito por ter batido o meu recorde, mas também um pouco triste porque queria baixar dos dois minutos, embora seja uma rampa em que o meu conhecimento do traçado não seja o melhor. Fica para 2023!”.

Agora, foco na Rampa Internacional da Falperra, onde o famalicense correrá praticamente “em casa”. Será a 6, 7 e 8 de maio e Luís Silva quer dar continuidade à sua senda vitoriosa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here