Daniela Ferreira: “ter o carro menos potente do plantel dá-me motivação para lutar!”

0
394

Está a chegar o fim-de-semana desportivo mais especial para a jovem “Guerreira da Serra”. A covilhanense está pronta e motivada para “espremer” tudo do Citroen C1 da FRPOWER na Rampa Serra da Estrela/Covilhã 2022.

De regresso ao ponto de partida. Daniela Ferreira prepara-se para viver toda a emoção extra que acarreta correr perante família, amigos, patrocinadores e conterrâneos, pois está aí a edição 2022 da Rampa Serra da Estrela/Covilhã.

Para a jovem piloto “correr em casa é sempre um desafio constante. Não tenho expectativas demasiado altas pois, neste momento, só quero entrar no Citroen C1 sem pensar em objetivos, até para deixar para trás de vez o acidente da Falperra”, sendo de realçar que, mesmo após esse embate, Daniela Ferreira logrou concluir e pontuar forte na prova internacional bracarense.

Aproveitando essa referência, a “guerreira da Serra” fez um balanço da primeira metade da época: “Estamos a mais de meio da temporada do Campeonato de Portugal de Montanha 1300 JC Group e, apesar de ter sido uma fase inicial com alguns percalços, estamos no 5º lugar do campeonato, na frente de excelentes pilotos, que tripulam carros muito mais competitivos. Tenho aprendido muito durante esta época. Ter o carro menos potente do plantel é um desafio e tento sempre superar não só os meus objetivos como também os limites do carro!”.

Virando o foco para a “sua” Serra da Estrela, Daniela Ferreira considera que “é um traçado muito exigente e inclinado, o que não me é favorável devido a falta potência do carro. Mas tenho a certeza de que darei o meu melhor! “

O Citroen C1 está pronto, depois de “muito trabalho por parte da FRPOWER, incríveis a colocar todo o material novo e a aproveitar para fazer alguns ajustes no Setup do carro. Só tenho a agradecer ao Ruizinho tudo o que tem feito ao longo desta época por mim e pela equipa!”.

A Rampa Serra da Estrela/Covilhã, quinta prova da temporada 2022 do Campeonato de Portugal de Montanha JC Group propõe no seu programa competitivo três subidas no sábado de tarde, incluindo a 1ª de prova a fechar a jornada. Já no domingo serão quatro subidas, começando com um ‘warm-up’, pelas dez da manhã, seguido da última subida de treinos do fim-de-semana, antes das duas derradeiras subidas de prova.

Fonte: VEDDACOM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here