JCGroup Racing Team em destaque na exigente Rampa da Covilhã

0
203

A Rampa da Covilhã – Serra da Estrela foi a terceira prova do Campeonato Nacional de Montanha. José Correia (Nissan Nismo GT-R GT3) e Ricardo Gomes (SEAT León Supercopa) estiveram em bom plano em condições difíceis, garantindo mais dois pódios nas respetivas categorias.

A dificuldade do traçado na Serra da Estrela foi acentuada pelas condições meteorológicas no sábado, com o potente Nissan de José Correia a ser prejudicado pelo piso escorregadio. Contudo, o piloto de Braga esteve na luta pela vitória na Categoria 2 e terminou no 6º lugar da geral, 2º entre os veículos de GT. Ricardo Gomes também teve momentos de excelente pilotagem à chuva, levando o León Supercopa ao 3º lugar da Categoria 4 e ao top 15 da geral.

“Foi uma prova extremamente difícil”, admitiu Ricardo Gomes. “A intensa chuva que se fez sentir no sábado acabou por prejudicar a performance de todos os pilotos genericamente. Confesso que me sinto muito confortável a conduzir à chuva e isso foi visível nos tempos que fiz ao longo do dia de sábado, onde cheguei mesmo estar em quarto da geral. Já o meu colega de equipa, José Correia, teve bastantes dificuldades pelo facto de o Nissan ser um carro com muita força e apenas de tração traseira, o que dificulta imenso a tarefa de o levar aos primeiros lugares em chuva.

Contudo no dia de domingo fui melhorando e as derradeiras subidas de prova foram feitas com a pista seca e com pneus slick, o que acabou por permitir que o José Correia impusesse os principais argumentos do Nissan Nismo GT-R fazendo uma condução espectacular e disputando até à ultima subida o primeiro lugar do pódio. Aliás, importa referir que não há memória de um primeiro lugar dos GT’s ser disputado ao centésimo de segundo. O José Correia não ficou em primeiro lugar dos GTs por 2 centésimos de segundo, algo impressionante e que demonstra bem o quão competitivo e meticuloso está a ser este campeonato”, analisa o piloto bracarense.

Ainda assim, o balanço global da JCGroup Racing Team acaba por ser positivo, numa das provas do calendário onde tinham menor conhecimento do traçado. “A Rampa da Covilhã é por si só um grande desafio. Poderíamos ter conquistado os primeiros lugares de cada uma das categorias. Era essa a nossa ambição é o nosso objectivo. Contudo os pódio arrecadados e os pontos que somámos nesta prova, sem quaisquer tipo de incidentes, são muito importantes para nós”, concluiu Ricardo Gomes.

O Campeonato Nacional de Montanha regressa agora a 11 e 12 de Junho com a Rampa de Santa Marta de Penaguião.

 

_MG_2614 IMG_6068

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here