Rui Ramalho lidera primeiro dia no Caramulo

0
367

Com a marca de 1:19s376, Rui Ramalho foi o mais rápido na primeira subida oficial de prova e lidera a classificação geral, assim como a Categoria 1 na Rampa do Caramulo, quinta jornada do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2016.

O piloto do Osella PA21 S EVO parte para o segundo dia de prova, com uma boa vantagem para o seu irmão, Paulo Ramalho, que fez mais 4s525 com o Juno CN09. João Fonseca está na terceira posição com o BRC CM05 EVO e fecha para já o pódio da Categoria 1.

Com uma excelente subida, Edgar Reis em Porsche 997 GT3 Cup foi o mais rápido na Categoria 2, conseguindo a quarta marca absoluta ao registar 1:27s648. Reis deixou o segundo classificado Gonçalo Manahu, também em Porsche 997 GT3 Cup, a cerca de 1,9s. José Correia em Nissan GT-R GT3 a alcançou a terceira melhor marca nesta categoria.

Com um registo imbatível nas últimas provas, Manuel Correia e o seu espectacular Ford Fiesta R5, lideram a Categoria 3. Correia subiu em 1:28s291 e bateu Luis Silva em BMW M3, por pouco mais de seis décimos. Mais para trás, Daniel Teixeira ocupa a terceira posição com um Mazda MX5.

Na Categoria 4 e depois de dominar as duas subidas de treinos, Luis Nunes voltou a estar em excelente plano na primeira subida a “sério”, marcando o óptimo tempo de 1:27s779. Atrás do piloto transmontano ficou Joaquim Teixeira em Renault Megane Trophy V8, com Ricardo Gomes a ocupar para já, o degrau mais baixo do pódio com o seu SEAT Leon Supercopa MKII.

Com o tempo de 1:38s600, Flávio Sainhas e o seu Ford Escort MKI, lideram destacados a Categoria 5. Pedro Cerqueira em BMW E30 e Parcídio Summavielle (Datsun 160Z) ocupam as posições seguintes.

Hélder Silva continua a surpreender com o seu BMW 323i, ocupando a liderança da Categoria 6 e conseguindo excelentes tempos à geral, como foi o caso desta subida de prova, que completou em 1:32s127. Victor Ramos em Ford Escort MKI é segundo, seguido por Ricardo Loureiro em Ford Escort MKII.

Sempre na frente durante as duas subidas de treinos, Pedro Figueiredo (Datsun 1200) foi o mais rápido na Taça Nacional de Clássicos Montanha com o tempo de 1:58s347, batendo Domingos Fernandes em Autobianchi A112.

A competir sozinho na Taça Nacional de Montanha, Ricardo Sousa (Fiat Uno) aposta na melhoria dos tempos subida a subida, o que tem conseguido, com 2:04s692 a ser o seu melhor registo até agora.

comunicados-GTI_4584 site e facebook-GTI_7691 site e facebook-GTI_4503 site e facebook-GTI_4117 site e facebook-GTI_3842 site e facebook-APF_8865 site e facebook-APF_8553 site e facebook-APF_9025

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here