Comunicados II – Rampa de Boticas

0
447

JOAQUIM RINO EM EXCELENTE PLANO NA RAMPA DE BOTICIAS

Luta por parte dos adversários, foi algo que não faltou a Joaquim Rino na sua estreia na Rampa de Boticas. O seu BRC 05 EVO teve um desempenho fabuloso, e fruto disso o piloto da Batalha faria nas três subidas de prova os tempos de 2.20.045, 2.14.760 e 2.13.818.

Visivelmente satisfeito, Joaquim Rino fez-nos o resumo da prova “correu tudo muito bem, foi um fecho de época em beleza. Fui ao pódio, e foi uma luta muito interessante com o Nuno Guimarães e o António Barros. Consegui baixar cerca de 12 segundos, desde a primeira subida de treinos até à última de prova, cada vez que subia o meu tempo melhorava. Balanço positivo, numa rampa muito rápida”.

No resultado final, deste Campeonato Nacional de Montanha Valvoline, Joaquim Rino obtém o 1º lugar grupo CM, 4º da categoria 1 e 8º lugar absoluto.

O piloto quis ainda deixar um agradecimento especial “a todos os patrocinadores, família, amigos, colegas e à equipa de assistência”.

Com o final do Campeonato segue-se o Salão dos Campeões, onde estarão em exposição as máquinas dos pilotos campeões, que decorrerá entre os dias 10 e 11 de Dezembro no Centro de Congressos do Estoril. E também a Gala de Entrega de Prémios FPAK que terá lugar no mesmo local, no dia 10 de Dezembro.

FOX_9753

 

TIAGO SILVA NO PÓDIO EM BOTICAS

Uma vez mais Tiago Silva esteve em bom plano na Rampa de Boticas, ultima prova a contar para o Campeonato Nacional de Montanha Valvoline, onde subiu ao pódio com o honroso segundo lugar na categoria 3, primeiro no Grupo EC 1 e primeiro da Classe 31.

Assim Tiago Silva faria ao volante do seu BMW nas três subidas de prova os tempos de 2.38.642, 2.42.767 e 2.34.837.

De referir que Tiago Silva não faria a primeira subida de treinos de domingo, por problemas mecânicos no seu BMW, efectuando a segunda subida analítica apostando tudo na derradeira subida alcançando o segundo lugar no pódio, por isso depois de receber os troféus disse-nos “foi uma participação muito positiva, acabou por correr bem, após terem surgido uns problemas que antecederam a primeira subida, mas resolvidos pela minha assistência”. Sobre a Rampa de Boticas acrescentou “A organização está de parabéns, rampa segura e bastante técnica.

Agradeço aos meus Patrocinadores, a todos os membros da minha equipa, Família, Amigos, Fãs da modalidade pelo apoio.

FOX_9606

 

MÁRIO MESQUITA IGUAL A SI MESMO

“ Rampa espectacular, em que o meu  Datsun 1600 SSS , correspondeu da melhor maneira”, palavras de Mário Mesquita que retrata aquilo que foi a ultima prova do Campeonato Nacional de Montanha, que fez a sua estreia em Boticas.

Sempre com o seu fair play, Mário Mesquita, fez nas suas duas melhore subidas, os tempos de  2.58.106 e 2.58.260.

Segundo o piloto da Azulima “ o carro esteve bem e sem problemas de maior e dificilmente conseguirei fazer melhores tempos.
É uma rampa muito rápida, e com alguns pontos a subir muito.
Consegui ficar em 1º da minha classe e em 1º do meu Grupo.
Diverti-me, dei o meu melhor e passei um excelente fim de semana com os amigos, pelo que foi mais uma jornada positiva”

Quanto à próxima época “ irei continuar com o Datsun 1600 SSS, mas daqui a umas semanas poderei já anunciar algo mais. Para já, tudo o que pudesse dizer seria prematuro

FOX_9557

 

MAIS UMA VITÓRIA PARA LUÍS NUNES NA ESTREIA EM BOTICAS

Uma vez mais Luís Nunes ao volante do seu Seat Leon cup Racer venceu a categoria na Rampa de Boticas, ultima prova do Campeonato Nacional de Montanha. O piloto transmontano encerrou assim em grande mais uma época, com mais uma vitória, aliás Luís Nunes das oito provas em que participou “apenas “ venceu sete, sem registar uma única desistência.

No final, depois de colocar o seu Seat Leon no parque fechado, declarou “ estou muito satisfeito, foi uma prova sem problemas, esta foi mais uma época fabulosa, pois consegui renovar o titulo de Campeão na categoria, e fizemos o quarto lugar na classificação geral do Campeonato Nacional de Montanha. À  nossa frente ficaram as barchetas dos irmãos Ramalho e de Pedro Salvador, para além de ter ficado à frente de carros bem mais potentes que o meu Leon”.

Ainda segundo Luís Nunes “ foi sempre a melhorar os meus tempos em cada subida, comecei por fazer no sábado um tempo de 2.17.157, para depois nas duas subidas seguintes fazer 2.15.159 e 2.13.886, o que vem atestar o andamento demonstrado.”

Sobre esta nova rampa acrescentou “ está perto de minha casa, mas para ser franco não é das minhas rampas preferidas, isso porque é muito rápida e eu gosto de rampas mais técnicas “, disse-nos.

FOX_9905

 

JOSÉ FRANCISCO CERQUEIRA NO PÓDIO EM BOTICAS

Depois dos problemas sentidos nas rampas de da Senhora da Graça e Murça com a eletrónica do Seat Leon, desta feita na derradeira prova do Campeonato Nacional de Montanha que teve lugar em Boticas, José Francisco Cerqueira teve o seu carro em boas condições e conseguiu realizar os bons tempos de 2.29.968 e 2.26.667 nas duas primeiras subidas oficiais, tendo piorado o seu tempo para 2.37.378 na ultima subida por se ter soltado o tubo da admissão de ar que motivou que o carro  tenha feito metade do percurso sem turbocompressor.

Perante este cenário, depois de receber os troféus com um sorriso nos lábios, José Francisco Cerqueira começou por nos dizer

“Desta vez correu bem, foi um fim de semana quase sem falhas e quase perfeito. Devido aos problemas das provas anteriores já não guiava o carro desde Julho pelo que me lancei para esta prova com objectivo de melhorar os tempos, evoluindo a minha rapidez em cada subida que fazíamos e melhorando também as afinações do carro o que foi conseguido. Foi pena que na ultima subida um ligeiro problema com uma simples braçadeira nos tenha impedido de ir mais longe. pois o carro estava com um bom set-up e eu também já estava rodado e apto para realizar um tempo que finalmente me satisfizesse a 100%.Enfim felizmente acabei a época em grande e o pódio foi um prémio merecido para toda a equipa que perante os azares que tivemos sempre lutou para que tudo funcionasse na perfeição.

Agradeço a todos os que me apoiaram, a família, os amigos, colegas, os mecânicos e em especial aos meus patrocinadores pois sem estes nunca tinha conseguido alinhar nesta edição do Campeonato de Montanha que se revelou um grande sucesso em termos desportivos.”

Agradeço os apoios de: JC Group – Braga; Centrocor – Soluções de Reparação Automóvel – Penafiel; CLSL Auto – Marco de Canaveses; BOSCH / Video Visão – Electrónica – Porto; Porto Clássico, Automóveis – Porto; AMC – Alexandrino Matias & Cª SA – Oficinas Metalúrgicas – Amarante; Reciclacar – Centro de abate automóvel – Maia; Portucoler – Tecnologia em reparação de veículos – Arrifana – S. João da Madeira; Município de Amarante, Sinta-se Convidado.

FOX_9241

 

NUNO FLORES ESTREIA-SE COMO CAMPEÃO NA CLASSE EM BOTICIAS

O piloto de Vila Nova de Gaia sagrou-se Campeão Nacional na sua classe no passado fim de semana na Rampa de Boticas, ultima prova do calendário do Campeonato Nacional de Montanha, mas não se pense que foi uma tarefa fácil, pois desta feita Nuno Flores teve de se aplicar a fundo…e andou tão depressa que pela primeira vez esta época na derradeira subida teve um “encontro imediato”, alterando um pouco o design do seu Ford Sierra 2.0 RS perdendo apenas o para-choques dianteiro.

Mas a verdade é que Nuno Flores está a levar o Ford Sierra 2.0 RS aos limites, e nas três subidas de prova faria respetivamente 3.02.661 , baixando de seguida para 2.55.971, não chegando a completar a subida pelos motivos já indicados.

Por isso no final, depois de colocar o Ford Sierra 2.0 RS em parque fechado, Nuno Flores disse-nos logo “  correu tudo bem dentro dos objetivos, ganhei a minha classe. Para além disso estou no pódio do grupo e  consagrei-me Campeão Nacional na classe 30 e um honroso 3º lugar no E1-C, sendo este grupo um dos mais competitivos neste Campeonato”.

Sobre a Rampa de Boticas “ fantástica como eu gosto, rápida, só precisava de ter um carro mais potente, mas os resultados estão à vista, só foi pena o toque na ultima subida em que acabei por perder  o para-choques, mas sou de opinião que com mais uma subida poderia fazer um tempo bem melhor “, disse-nos.

Um agradecimentos aos meus patrocinadores que são: N€Gócio na Hora; Rei dos Croissants Praia D’Aguda; Natura Spa; JBF; Silver Temptation; Octovaga; Auto Pneus Teixeira; Auto Electro Marques; Olimpio Pereira Oficinas; Rui & Sousa Peças Auto; JM Chaves e Automatismos; Torrié; Padaria A Nova Bucha; Penedu’s Café Concerto; Funnycar; Infocopy; Rodomotorsport; Rodeiras TT; Confeitaria Delírio; Carlos Alberto Cabeleireiro

 

POSSIVEL PARTICIPAÇÃO EM CABECEIRAS DE BASTO

Nuno Flores poderá vir a participar na Super Especial de Cabeceiras de basto, a ter lugar a 23 deste mês. Segundo Nuno Flores “ recebi este convite por parte da organização, na qual estou a ponderar seriamente participar”, disse-nos.

FOX_9269

 

 

RP MOTORSPORT EM BOM PLANO NA RAMPA DE BOTICAS

A RP Motorsport marcou a presença no passado fim na Rampa de Boticas, ultima prova do Campeonato Nacional de Montanha, onde teve a seu cargo o Opel 1904 SR de Diogo Couceiro.

Assim o piloto do Opel 1904 SR azul faria nas três subidas 2.38.703, para de seguida ser autor dum “tempo canhão” com 2.37.832 e finalmente na derradeira subida rubricaria um tempo melhor  com  2.37.465.

No final, depois de retirar o Opel  1904 SR do parque fechado, e colocar o mesmo no reboque que o trouxe de regresso às instalações da RP Motorsport situadas na Maia, Ricardo Pereira começou por nos dizer “ correu muito bem, sem problemas de maior, foi praticamente colocar combustível, e fazer aquelas revisão ao final de cada subida, e cumprir o programa de provas., por isso esta foi uma participação muito positiva para a equipa “.

 

FOX_9187

 

GARAGEM AURORA VENCE CATEGORIA NA RAMPA DE BOTICAS

Cada vez mais adaptado ao Porsche 911 preparado e assistido pela Garagem Aurora , Carlos Oliveira não deu oportunidade aos seus mais directos adversários, tendo feita nas três subidas de prova que fizeram parte da Rampa de Boticas, os tempos de 2.34.156, 2.30.512 e 2.29.677.

Segundo Carlos Oliveira “ correu tudo bem, no sábado o carro escorregava um pouco em certas partes do percurso, o que me obrigou a  andar um pouco mais de lado. Por isso tive de me empenhar mais, maior concentração, esforço bem compensado nos tempos das subidas de domingo “.

Quanto a Eduardo Santos Júnior “ mais uma participação positiva, o carro esteve impecável, houve sim que fazer os acertos necessários, de resto cinco estrelas”. Ao lado Carlos Oliveira acrescentava “ gostei muito desta rampa, muito rápida e exigente “

FOX_9169

 

DOMINGOS FERNANDES ENCERROU ÉPOCA DE MONTANHA

No passado fim de semana Domingos Fernandes ao volante do seu Autobianchi A 112, deu por terminado mais uma época do Campeonato Nacional de Montanha, desta feita com a estreia na Rampa de Boticas, situada bem perto da cidade de Chaves.

Assim, o piloto de Armamar nas três subidas de prova faria 3.23.434, 3.24.530 e 3.19.594, evidenciando um excelente andamento, principalmente na ultima subida.

Por isso no final, depois de ter colocado o pequeno Autobianchi A 112 no parque fechado, e ter retirado o capacete disse-nos logo “ correu até muito bem, por desconhecimento da rampa acabei por fazer um pião, mas sem nenhuma consequência para o carro, foi apenas uma distração”. Segundo o piloto de Armamar “ o carro esteve impecável, numa rampa exigente para a mecânica, quanto a mim tem um percurso espetacular, que nada tem a  haver com as outras que fazem parte do calendário do Campeonato Nacional de Montanha .Muito rápida, o que logicamente penaliza o meu carro, mas gostei, tem muita condução, com partes em que sobe muito”.

Antes de terminar Domingos Fernandes ainda acrescentou “ todas as épocas poderia haver uma estreia duma nova rampa, mas o balanço de Boticas foi muito positivo, mais um campeonato terminado, onde me diverti muito ao longo do fim de semana, estive com os meus amigos, e agora há que pensar na próxima época, que poderá ser com o Autobianchi A 112, ou não, agora vou ter algum tempo para preparar a próxima época, e em breve poderei anunciar qual o projeto para 2017”

 

FOX_9131

 

PARCIDIO SUMMAVIELLE SAGRA-SE VICE CAMPEÃO DA CATEGORIA NA MONTANHA

O piloto de Fafe tudo fez para ser o campeão da categoria, foi uma luta até ao ultimo centímetro do asfalto da rampa de Boticas, que marcou a sua estreia no Campeonato Nacional de Montanha, mas sobre esta prova Parcidio Summavielle começou por nos dizer “ Fiz as subidas de treinos com o carro a falhar. Depois não pude fazer a primeira subida oficial porque o radiador rebentou. A equipa de assistência à qual agradeço o empenho conseguiu resolver o problema durante o inicio da noite, o que me permitiu voltar à prova no domingo. “Relativo ao duelo com Pedro Cerqueira acrescentou-nos “Embora tivesse batido o Pedro Cerqueira nesta prova era quase impossível ser campeão porque o Pedro para ser campeão só tinha de conseguir subir as duas subidas oficiais marcando pontos porque embora eu estivesse na frente do campeonato com quatro pontos tinha de deitar uma pontuação fora. Acontece que embora tenha ganho a rampa da Penha não me atribuíram os 25 pontos da vitoria porque participaram poucos concorrentes na nossa categoria. Só me atribuíram 16. Essa situação foi decisiva.” Para terminar “Quero felicitar o Pedro publicamente pela conquista do campeonato na categoria 5 e também o Carlos Oliveira porque entre os três mantivemos a luta pelo campeonato até ao fim. Um abraço especial ao Mário Mesquita que foi extremamente regular e cujo carro é menos competitivo”

FOX_9131

 

*Fonte: JBVA Assessoria

 

*Todos os textos acima reproduzidos são da autoria da assessoria de imprensa mencionada. A APPAM enquanto gestora da página internet do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2016 e respectiva página do Facebook, é neste caso alheia quer à qualidade, quer ao teor dos conteúdos apresentados.

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here