Uma Gala de glória e de memória

0
308

3ª GALA DO CAMPEONATO PORTUGAL MONTANHA JC GROUP 2018

Duas centenas e meia de membros da “família” da Montanha estiveram presentes na 3ª edição da Gala da Montanha 2018, que teve lugar na Quinta das Rosas, em Priscos, localidade pertencente a Braga.

Estiveram presentes mais de 50 pilotos, familiares e membros das suas equipas, contando o evento ainda com a presença de forte representação da FPAK, através do seu Presidente Ni Amorim, do Vice-Presidente Kiko Mora e do Coordenador Desportivo Paulo Magalhães.

Por seu lado, as autarquias que acolhem as provas do campeonato também estiveram no evento, nomeadamente através dos Presidentes de Mondim de Basto e de  Santa Marta Penaguião, com os municípios de Tondela, Braga, Murça e Boticas, bem como a Irmandade da Penha a enviarem representantes oficiais.

No evento, foram distinguidos além dos pilotos, os Media Partner, as Autarquias, o Patrocinador Principal JC Group e o grupo Portugal Hillclimb Fans como a melhor claque do campoenato, sendo ainda entregues dois prémios especiais: o de Piloto Revelação a Gabriela Correia e o Prémio Carreira na Montanha a Joaquim Teixeira.

E no momento em que Joaquim Teixeira recebeu o prémio das mãos de Isabel Ramalho, esposa do malogrado Paulo Ramalho, tomou a palavra, não só enquanto piloto, mas também como presidente da APPAM e representante do promotor do Campeonato, propondo a atribuição do nome Chicane Paulo Ramalho a um dos locais mais míticos do traçado da Rampa Internacional da Falperra, intenção que, de imediato, foi aceite por Rogério Peixoto, Presidente do CAM e representante da Autarquia de Braga, tendo os mesmos prometido que em 2019 será uma realidade.

Ni Amorim, presidente da FPAK, também usou da palavra, num discurso que rotulou “de um dos mais difíceis que até hoje tive de fazer, pela dor que sentimos por termos visto o Paulo partir, embora saibamos que ele vai estar sempre connosco, na nossa memória”. Ni Amorim realçou “a qualidade do campeonato e a excelente divulgação e impacto que o mesmo tem obtido, fruto do trabalho de todos, com especial destaque para o promotor, que tem merecido esse estatuto”, prometendo que a FPAK “irá apoiar sempre esta modalidade, para que a mesma continue forte!”.

Foi uma noite de união e celebração de todos quantos fazem parte da Família da Montanha. Foi ainda um momento em que honrámos a memória de Paulo Ramalho. E mais do que o cair do pano sobre a época 2018, foi o momento em que o Promotor, constituído pela APPAM, CAM, CAMI, CAR, DEMOPORTO e TARGA, assume a ambição de fazer mais e melhor tendo sempre como objectivo melhorar a promoção através de uma melhor divulgação do Campeonato Portugal de Montanha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here