João Fonseca mais forte no primeiro duelo em Santa Marta

0
506

O líder do campeonato dominou o dia de sábado da 5ª edição da Rampa de Santa Marta. A jornada ficou marcada por muitos acidentes e alguns abandonos. 

O exigente e belo traçado de Santa Marta de Penaguião cobrou, uma vez mais e logo no primeiro dia de competição, uma dura taxa ao “pelotão” do campeonato de Portugal de Montanha JC Group.

Perante uma enchente de público que emoldurou as encostas do Douro Vinhateiro, João Fonseca dominou em termos absolutos. O piloto do Sporting Clube da Covilhã foi o mais rápido em todas as subidas, estabelecendo com o Silver Car o melhor tempo do dia, com 1m47s834, na subida de prova realizada.

Mesmo a braços com um problema na bomba de água do seu Juno CN 09, Helder Silva voltou a ser o piloto que mais perto rodou de Fonseca. Na subida de prova, ficou a 2,719 segs e caminha para mais uma presença no pódio.

3º lugar para Luís Nunes, que está cada vez mais adaptado e mais rápido com o Ford Fiesta R5+. Foi ainda o melhor piloto entre os Turismos, sendo também o melhor na Divisão 2.

Nas restantes divisões de Turismos, Joaquim Teixeira (Seat Leon Eurocopa) dominou na Divisão 3, sendo ainda 7º da geral, Alberto pereira, que ficou logo atrás de Teixeira, foi o melhor na Divisão 1, enquanto Pedro Marques (Cupra Leon), assumiu o 1º lugar na Divisão 4.

Que regresso o de Flávio Saínhas. O piloto da Covilhã esteve ausente das duas provas da temporada mas esta sua entrada na época é de leão!

Aos comandos do Ford Escort MKI, termina o primeiro dia na liderança absoluta do Campeonato de Portugal de Clássicos de Montanha JC Group, batendo carros teoricamente mais competitivos.

A apenas 317 milésimas ficou Carlos Oliveira e o Ford Sierra Cosworth RS, numa segunda posição que sabe a pouco ao piloto. O pódio provisório entre os clássicos ficou completo com o 3º lugar de Luís Moutinho, num Ford Escort RS 1800.

Jornada madrasta foi vivida pelos pilotos do Caramulo Racing Team.

A defender a liderança no campeonato, Ricardo Loureiro rodou normalmente nas subidas de treinos mas, quando chegou a hora de enfrentar o cronómetro em ritmo de prova, o seu Ford Escort MKII sofreu uma quebra mecânica logo no arranque, forçando o piloto a desistir, embora conte estar à partida na jornada de amanhã.

Fernando Salgueiro teve pior sorte. A quebra do bloco do motor no Ford Escort MKII levou-o ficar, desde já, arredado de qualquer possibilidade de continuar em prova. Esperemos que regresse já na Serra da Estrela.

João Diogo Santos (FIAT Punto 85) dominou na TPM1300, o mesmo sucedendo José Pedro Figueiredo na taça de clássicos. O piloto, que está de regresso às lides do campeonato, está a dominar, como sempre, tripulando um Datsun 1200.

O Dia de Domingo tem mais quatro subidas no programa, com a 1ª subida do dia a começar às 10 da manhã.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here