Cláudio Batista com arranque positivo na Arrábida

0
121

Mesmo prejudicado pela cedência da caixa de velocidades do Citroen DS3 R1 logo na segunda subida de sábado, o piloto de Fafe almejou chegar ao triunfo na sua classe e garantir os primeiros pontos na sua divisão e na categoria.

A prova que assinalou o regresso de Cláudio Batista às lides da Montanha transformou-se num autêntico carrossel de emoções para o piloto e a equipa que representa as cores da Sucesso Automóvel.

Depois de ter feito uma sessão inaugural de “warm-up” onde o mote foi “rodar com tranquilidade para conhecer a pista e fazer um teste ao Citroen”, o piloto partiu para a 1ª sessão oficial de treinos cronometrados focado em “ir progressivamente intensificando o andamento, ganhando confiança e percebendo onde me situava na tabela de tempos das diferentes frentes onde estou a competir”.

Mas, quando negociava a segunda curva do percurso da prova, aconteceu o pior. Na travagem para uma forte esquerda, a “caixa de velocidades cedeu e fui forçado a parar. No regresso à zona de assistência, logo percebemos que não dava para recuperar e iniciamos imediatamente uma corrida contrarrelógio para trazer outra caixa de velocidades. A equipa foi simplesmente fenomenal. Durante anoite, conseguiu mudar o componente e, felizmente, consegui estar à partida da jornada de domingo, embora limitado por estar a usar uma caixa de série”.

Perante tal cenário, o piloto focou-se em “garantir que a minha condução não forçasse em demasia, para conseguir marcar tempos nas duas subidas de prova do dia e garantir os primeiros pontos da época”.

Felizmente, nada mais aconteceu ao Citroen DS3 R1 e Cláudio Batista logrou cumprir o objetivo, alcançando mesmo a vitória na sua classe, garantindo anda uma pontuação muito satisfatória no que concerne às contas da Divisão Turismo 3.

No fecho, o balanço que fez era “muito positivo. Adorei estar de volta, após 3 anos e ficamos muito motivados por termos conseguido dar à volta ao problema técnico, sendo ainda muito bom ter vencido a classe e ter marcado pontos. Agora, já só anseio pela prova seguinte!”. O Campeonato de Portugal de Montanha JC Group ruma agora a norte, para assentar arraiais no coração de Trás-os-Montes. Será na Rampa Internacional de Boticas que se disputará a 2ª prova da temporada do CPM JC Group.

Fonte: VEDDACOM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here