José Carlos Magalhães voltou às vitórias em Santa Marta

0
232

Em boa hora o piloto e patrão da MNE Sport decidiu regressar aos comandos do BMW M3 Compact. Na 6ª edição da Rampa de Santa Marta, levou a máquina bávara a uma tão deliciosa quão importante vitória nas lides do Campeonato de Portugal Legends de Montanha.

Foi um fim-de-semana perfeito aquele José Carlos Magalhães conheceu na prova do Clube Automóvel da Régua. Isto num fim-de-semana marcado pela opção que tomou, voltando a confiar no primeiro automóvel que tripulou esta época, depois de, entretanto, ter levado a “combate” um Toyota Starlet de Grupo 5 e um Toyota Carina E GTi.

Apesar de enfrentar adversários com carros mais competitivos na defesa da liderança do campeonato, o piloto da MNE Sport logrou atingir dois objetivos. Mercê de um fm-de-semana em que claramente optou por uma estratégia de aumento progressivo do ritmo, focando primeiro na garantia de um resultado positivo para depois, quando se viu perante a forte possibilidade de vencer, atacar.

José Carlos Magalhães assinou assim uma exibição a raiar as fronteiras da perfeição, almejando sair do Douro Vinhateiro com um resultado pleno: vitória entre os Legends na Rampa de Santa Marta e reforço decisivo da sua vantagem na tabela classificativa, num passo fundamental rumo ao título nacional.

Contudo nem tudo foi fácil para José Carlos Magalhães, sobretudo no primeiro dia desta Rampa de Santa Marta. “Tivemos um percalço com os travões, que durante a noite de sábado conseguimos substituir e agradeço muito aos mecânicos da equipa, que foram incansáveis no seu trabalho até às 4h00 da manhã, para que depois conseguisse minimizar os tempos menos conseguidos da jornada de sabado”.

O piloto do BMW M3 Compact destaca “esta capacidade da MNE Sport para suplantar todas as dificuldades. Assim, uma vez mais, permitiram-me estar na luta e esta foi muito interessante com o Rui Meireles, no Porsche Boxter, que me forçou a rodar muito forte, para conseguir, já na última subida, ganhar”.

José Carlos Magalhães também não fica indiferente do facto de ter saído do Douro Vinhateiro com a liderança do campeonato consolidada: “Estava um bocado mais complicado antes desta prova, pois seria mais contabilizado até ao fim. Agora, e apesar de faltarem ainda duas provas, penso que é muito mais simples e tranquilo chegar ao título”.

Três semanas separam agora o líder da tabela pontual dos Legends do próximo desafio. Será nos dias 24 e 25 de julho que o Targa Clube terá a responsabilidade de organizar a edição 2021 da Rampa do Caramulo, sexta prova da temporada. Esta pode vir a ser decisiva para que José Carlos Magalhães reclame o cetro de campeão.

Fonte: VEDDACOM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here