Tiago Santos chegou, viu e venceu na Rampa de Boticas

0
309

Depois do acidente na Rampa de Santa Marta, eis que o piloto de Murça voltou ao Campeonato Portugal de Montanha JC Group no passado fim de semana, na Rampa de Boticas, onde na Taça de Portugal de Montanha chegou, viu e venceu de forma a categórica a sua categoria, não dando qualquer tipo de chance aos seus adversários.

Na warm up 1, Tiago Santos ao volante do seu Citroen AX Sport passou logo ao “ ataque”, fazendo todo o percurso da Rampa de Boticas em 3.27.702 à média de 88,56 km/h, sendo logo o líder da categoria na Taça de Portugal de Montanha, e 33º na classificação geral, Na 1ª subida oficial de treinos, o piloto de Murça não se fez rogado e continua a melhorar os seus tempos, fazendo desta feita 3.24.144 à média de 90,11 km/h, sendo cada vez mais rápido e o líder incontestado na sua categoria e 35º na classificação geral. Para a 2ª subida oficial de prova, acaba por conseguir melhorar um pouco mais com 3.24.024 à média de 90,16 km/h, sempre na liderança da categoria e 34ª na classificação geral.

Já na 1ª subida oficial  de prova, Tiago Santos “lima as unhas” e faz o melhor tempo do fim de semana, cobrindo toda a extensão da Rampa de Boticas em 3.23.912 à média de 90,21 km/h, e cada vez mais líder na categoria, e 34ª em termos de classificação geral.

Depois de  uma noite de descanso, no domingo de manhã, por sinal muito solarenga, e com algum calor, Tiago Santos cada vez mais inspirado, faz um “ tempo canhão” com 3.26.148 à média de 89,23 km/h, líder na Taça de Portugal de Montanha e 27º na classificação geral. Para  a  derradeira subida de treinos acaba por alcançar um crono de 3.24.728 à média de 89,85 km/h, lider na categoria e 32º em termos de classificação geral.

Com a chegada da 2ª subida oficial de prova, o piloto de Murça, se já tinha feito muito, então nesta subida “ fez tudo”, pois pura e simplesmente pulverizou todos os tempos feitos anteriormente com 3.221.102 à média de 91,02 km/h, sendo o líder incontestado na categoria, e 34º na classificação geral.

Mas a verdade é que Tiago Santos quis fechar a sua participação com “ chave de ouro” na Rampa de Boticas, e na derradeira subida de prova volta a “arregaçar as mangas” e novo recorde, com 3.21.716 à média de 91,19 km/h, sendo o vencedor incontestado na categoria da Taça de Portugal de Montanha, e 34ª na classificação geral final.

Depois de estar na posse do trofeu, e na altura em que se preparava para carregar o Citroen AX Sport no atrelado para fazer o regresso a Murça disse-nos “ participação muito positiva, estava a ver que não conseguia alinhar nesta prova, muito obrigado a todos quantos me ajudaram a estar aqui e assim esta victória também é vossa, por isso dei o meu máximo, batendo de forma sistemática os meus tempos. Estou muito satisfeito, e agora temos de começar a pensar na próxima ´+época”, conclui Tiago Santos.

JBVA ASSESSORIA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here