Rampa Serra da Estrela/Covilhã abre segunda parte da época, com lista de inscritos de luxo

0
511

A rampa organizada pelo CAMI Motorsport no “Teto de Portugal Continental” apresenta todos os condimentos para proporcionar um fim-de-semana emocionante aos amantes da modalidade. Quase seis dezenas de pilotos presentes e disputas acesas nos diferentes campeonatos são uma “ementa” irresistível para todos quantos se deslocarem até à Covilhã.

Tudo pronto para mais um fim-de-semana em cheio para os amantes da Montanha.

A Rampa Serra da Estrela/Covilhã, quinta prova da temporada 2022 do Campeonato de Portugal de Montanha JC Group propõe no seu programa competitivo três subidas no sábado de tarde, incluindo a 1ª de prova a fechar a jornada. Já no domingo serão quatro subidas, começando com um ‘warm-up’, pelas dez da manhã, seguido da última subida de treinos do fim-de-semana, antes das duas derradeiras subidas de prova.

8 são os protótipos inscritos, distribuídos irmãmente pelas divisões A e B.

A Serra da Estrela irá voltar a desempatar a liderança da tabela pontual absoluta, sendo de esperar que, a exemplo das quatro provas anteriores, o duelo entre Hélder Silva (Osella PA2000 EVO2 PA.30) e José Correia (Norma FC20) seja “rasgadinho”. Ambos chegam à prova do CAMI Motorsport com dois triunfos pontuais e duas presenças no segundo posto da tabela de pontos absoluta, numa época onde o equilíbrio tem sido notório e emocionante.

Mas não vão estar sozinhos na contenda pela vitória absoluta e na Categoria.

Após a “série negra” do início do ano, António Rodrigues já esteve bem na Falperra e terá de ser um piloto a ter em conta para a presença no pódio absoluto, assim a sorte lhe permita tirar partido do seu Silver Car EF10.

Também Sérgio Nogueira surge mais afoito e seguro com a sua barchetta Osella PA21S EVO e aponta a um lugar dentro do Top 5, foco que está também nos planos de Nuno Guimarães (Silver Car S2), rei e senhor da Divisão B nesta época, do seu habitual adversário na Divisão B Joaquim Rino (BRC BR49 EVO) e do regressado João Fonseca, que estará a competir em casa aos comandos de um BRC CM05 Evo preparado pela FRPOWER.

Pronto para a terceira corrida da sua carreira desportiva está ainda o duriense Victor Bessa, aos comandos de um Radical Clubsport, integrado na Divisão B.

Outro grande duelo em perspetiva é o que se prepara na Categoria GT.

Para além de Vítor Pascoal (Porsche 991 GT3 CUP), líder do campeonato e vencedor de três das quatro provas já realizadas e de Gabriela Correia, que impôs o seu Mercedes AMG GT4 há 3 semanas atrás na Falperra, juntam-se à refrega mais 3 Porsche 997 GT3 CUP. De Espanha vem Bernardo Garcia de Castro, que tem feito uma época em crescendo, regressando Pedro Silva, companheiro de equipa de Pascoal e estreando-se nas lides da categoria Carlos Vieira, que na prova anterior levou uma barchetta Nova ao pódio absoluto.

Como “outsider” de respeito teremos ainda Daniel Vilaça, num Nissan Nismo 370Z , sendo de destacar o crescendo de quantidade de pilotos que estão a aderir a esta categoria.

A Categoria Turismo também tem tudo para ser palco de uma luta intensa.

Empatados no comando da tabela pontual da categoria, Joaquim Teixeira (Cupra TCR) e Luís Nunes (Skoda Fabia R5) apresentam-se como lógicos favoritos, mas têm “companhia” na ambição ao triunfo.

Luís Delgado estará na Serra da Estrela com outro Skoda Fabia R5 e quer transformar a discussão numa contenda a três, sendo ainda de esperar que José Pedro Gomes queira também aí estar com o seu Opel Astra.

Nunes, Delgado e Pedro Gomes são nomes em destaque na Divisão Turismo 1, cujo alinhamento apresenta a novidade da presença do Audi S3 Quattro de Pedro Rosário, contando ainda com o Subaru Impreza de WRX de Daniela Marques e o Mitsubishi Lancer EVOX de Carlos Gonçalves.

Já na Divisão 2, onde Joaquim Teixeira tem sido rei e senhor, a oposição ser-lhe á movida pelo Audi RS3 LMS de Paulo Silva, o Cupra TCR de Manuel Rocha e Sousa e o VW Golf GTI R35 de José Carlos Pouca Sorte, alinhando ainda na T2 o Mini Cooper S de José Salgado e o Peugeot 207 RC de João Cerqueira.

Na Divisão Turismo 1, vamos ter direito a mais um intenso duelo entre Bruno Carvalho (Citroen Saxo) e Parcídio Summavielle (Renault Clio RS R3), chegando ambos à Serra da Estrela com duas vitórias.

José Borges (Citroen C2 R2), Rute Brás (Peugeot 206 RC) e Pedro Cerqueira (Honda Civic Type R) estarão atentos à possibilidade de alcançarem o pódio.

A Serra da Estrela contará com a participação do monolugar FunspeedFS-2019 de João Saraiva, inscrito na Taça de Portugal de Monolugares de Montanha JC Group e de Sérgio Mateus, tripulando um Semog Troféu, integrado na Taça de Portugal de Kartcross de Montanha JC Group.

Clássicos ao rubro!

Tal como é habitual, a rampa do CAMI Motorsport provoca sempre apetite extra entre os pilotos dos Clássicos. Este ano não é exceção e a lista de inscritos tem qualidade.

Será um duelo intenso, com o líder do campeonato Fernando Salgueiro (Ford Escort MKII) preparado para medir forças com Flávio Saínhas, a correr em casa com o seu habitual Ford Escort MKI.

Destaque para a presença do seu pai Armando, “chefe” do clã Saínhas, que alinha noutro Escort MKI preparado nas oficinas da família. Já José Dinis (Ford Escort MKI), Rui Gama (Austin Clubman) e Carlos Fava (VW 1303) vão dar tudo para se imiscuírem na luta pelos lugares da frente entre os Clássicos.

Luís Silva é favorito nos Legends

Quanto à jornada desportiva reservada ao Campeonato de Portugal Legends de Montanha JC Group, a questão que se coloca é: quem entre os outros nove inscritos conseguirá desfeitear Luís Silva?

O famalicense do BMW M3 não só chega invicto à quinta jornada do ano, mas ostenta ainda um domínio que tem sido avassalador. Na linha da frente para lhe fazer oposição estarão Carlos Alberto Oliveira (Ford Sierra Cosworth) e João Macedo (BMW 328is), ambos com aspirações a terminarem o ano no pódio final do campeonato.

Miguel Gonçalves (BMW Coupé E36) tem rubricado exibições de grande nível e estará sempre a espreitar a frente da corrida, o mesmo sucedendo com Gonçalo Janeira (Citroen AX GTI) e Celso Fonseca (Citroen Saxo), sendo de esperar que a aguerrida “rookie” Alexandra Rino tente levar o VW Golf MKIII aos lugares cimeiros.

Arlindo Beça alinha na Serra da Estrela com um Peugeot 106 S16, naquela que é a sua terceira “montada” diferente da temporada, estando ainda inscritos dois estreantes no ano: Luís Miguel Santos e Miguel Gonçalves, ambos também em Peugeot 106.

Armando Freitas busca 4º triunfo nos 1300

O Campeonato de Portugal de Montanha 1300 JC Group continua de boa saúde, nesta sua época de estreia.

10 inscritos, distribuídos pelas Divisões Modernos e Clássicos, liderados por Armando Freitas (Toyota Starlet) que buscará na Serra da Estrela o quarto triunfo da temporada, o que seria um passo decisivo rumo ao título.

Tiago Santos, em Citroen AX, assume-se como um dos seus principais adversários, sendo de destacar ainda a “armada” feminina que apresenta 4 pilotos, liderados por Eva Laranjeira. A “Dama de Aço” está no segundo posto da tabela pontual do campeonato e tudo fará para colocar o Peugeot 205 Rallye no pódio.

Rita Matos (FIAT Uno 45S), Daniela Ferreira (Citroen C1) e a estreante Patrícia Rosário (Peugeot 106) completam o alinhamento feminino, com Rita e Daniela a quererem pontuar forte para manterem a sua ambição o pódio final do campeonato.

Rui Xavier num FIAT Punto e Simplício Taveira, em Citroen C1, Pedro Figueiredo (Datsun 1200) e Domingos Fernandes (Autobianchi A122) completam o plantel dos 1300.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here