CPM1300: João Diogo Santos conquista primeira vitória do ano em Boticas

0
156

O piloto amarantino do Fiat Punto 85 Sport necessitou apenas das primeiras duas subidas de prova para selar a sua primeira vitória da temporada entre os 1300.

João Diogo Santos ostentou um ritmo fora do alcance dos seus adversários, vencendo todas as subidas na Rampa de Boticas e provou, uma vez mais, que é um jovem a merecer ter meios para estar a tempo inteiro no campeonato.

“Estou muito satisfeito com este regresso às vitórias, depois do título de 2019. A prova decorreu de forma brilhante, sempre muito rápido e concentrado, procurando evoluir de forma consistente num traçado que desconhecia em absoluto. Este triunfo é um pronuncio para um regresso mais assíduo e com uma viatura mais competitiva. tudo faremos que isso se possa concretizar, apesar da conjuntura não ser a ideal”, afirmou no final.

Também Eva Laranjeira não sofreu qualquer oposição no caminho para a conquista de mais um pódio. Sempre muito eficaz aos comandos do Peugeot 205 Rallye da MNE Sport, comemorou o 2º lugar no CPM1300 JC Group com idêntica posição nesta última prova em Boticas. Foi mais um ano em grande para a “Dama de Aço” da Montanha.

O pódio absoluto dos 1300 ficou completo com o dominador entre os Clássicos desta cilindrada. Carlos Salgado foi o autor da proeza. O flaviense, que em Boticas se apresentou com um Ford Escort MKI, dominou a sua Divisão e foi mais forte no duelo que travou pelo 3º lugar da geral com Rita Matos (Fiat UNO 45S). A “rookie” da MNE Sport deu tudo, mas um toque na segunda subida de prova, afetou as suas possibilidades, não a impedindo, no entanto, de terminar a época com um bom 4º posto.

A 5ª posição global e 2ª posição entre os Clássicos foi conquistada por José Pedro Figueiredo e foi suficiente para que o portalegrense reclamasse para si o título na Divisão Clássicos 1300, mais um que alcança com o seu “eterno” Datsun 1200.

Domingos Fernandes andou rápido no seu Autobianchi A122 Abarth, sendo 3º entre os Clássicos, o que permitiu ao piloto de Armamar fechar o pódio nesta Divisão, sendo 7º da geral, atrás de Daniela Ferreira que não se deixou impressionar pela forte inclinação da rampa e conseguiu colocar o seu Citroen C1 da FRPOWER no sexto posto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here